HISTÓRIA CAFÉ DO PONTO

Um grupo de cafeicultores paulistas costumava se reunir para tomar café e conversar sempre no mesmo ponto de encontro. Esse local foi carinhosamente chamado de “o ponto do café”.

Em 1950, esses cafeicultores fundaram uma pequena torrefação em São Paulo, e inspirados pelo ponto de encontro, batizaram o novo negócio de “Café do Ponto”.

Ao longo dos anos, a marca virou referência em qualidade e inovação. Já são mais de 60 anos de história sendo pioneira em diversos momentos, como na abertura da primeira cafeteria de São Paulo, no Shopping Ibirapuera, e a primeira a produzir cafés aromatizados e descafeinados.

Tudo isso levou Café do Ponto ser reconhecida como é hoje. Uma marca que é especialista na arte em fazer cafés, envolventes em aroma e intensos em sabor.

ARTE EM FAZER CAFÉ

Café do Ponto entende que tomar um bom café é um momento especial. E por isso seleciona os melhores grãos e coloca todo o talento e especialidade, desde a colheita até chegar a você. Uma jornada tão especial que só pode ser tratada como arte.

Todos os grãos são avaliados e combinados por profissionais, que preferimos chamar de artistas, pois eles sempre buscam novas inspirações para envolver e encantar o seu paladar com novos sabores e aromas.

A arte não está apenas em fazer o café, mas também em apreciá-lo. O momento destinado a saborear um bom café é tão essencial para a experiência quanto sua criação. E quando você degusta Café do Ponto, você sente tudo isso.

Para Café do Ponto, apreciar café não é um simples ato. É uma arte.

A arte em fazer café.